As Armadilhas de uma Reforma 2.




Aprenda como se proteger dos truques dos maus profissionais, durante a execução de sua reforma.






Estamos dando sequencia à série de artigos do Engenheiro Heleomar Figueiredo, sobre diversas estratégias de maus empreiteiros que tem como resultados atrasos e prejuízos à sua reforma.

Estes conhecimentos poderão minimizar as dores de cabeça de sua reforma. É importante ressaltar que existem excelentes profissionais, na área, os quais são dignos de toda confiança e habilitados tecnicamente.

Quantidades e Qualidade de Materiais:

Os materiais a serem aplicados em sua reforma também são fontes de muitos problemas, e em certos casos refletirão imediatamente ou, o que é pior, a longo prazo. O desvio de matérias, o uso inadequado e a baixa qualidade dos mesmos são algumas armadilhas sobre as quais falaremos adiante.

Quantidades dos Materiais:

É uma prática comum a contratação de sua reforma na modalidade onde você seja responsável pelo fornecimento dos materiais. Em certos casos é preferível, pois desta forma poderá controlar sua qualidade. 

Temos o exemplo das pinturas onde a qualidade da tinta (assunto a ser tratado em um próximo artigo) é item extremamente relevante para a economia, acabamento e durabilidade da reforma

Por outro lado transferindo esta responsabilidade para o empreiteiro você estará se isentando de possíveis variações de quantidades visto que os materiais já estarão inclusos no orçamento da reforma.




No entanto, não é raro termos o problema da falta de materiais devido ao mau dimensionamento das quantidades ou ainda desvios de materiais por parte do empreiteiro. 





É muito comum termos que comprar duas ou três vezes o mesmo material, o que causa um grande transtorno além de atrasos em sua reforma. Eu particularmente fui solicitado a inspecionar uma reforma onde a quantidade de massa corrida aplicada na pintura já superava 4 vezes a quantidade necessária, e o pintor ainda solicitava massa pela quarta ou quinta vez. 

Logicamente aconselhei o proprietário a afastar imediatamente aquele profissional visto que certamente estava desviando o material. Sugerirei abaixo algumas formas de combater estas práticas:

Elaborar um orçamento detalhado de sua reforma (o qual explicaremos em um próximo artigo), a ser feito por um engenheiro ou arquiteto, o qual balizará estas quantidades. 

Em caso de não haver este orçamento, acima sugerido, elaborar uma relação completa das quantidades de materiais solicitadas pelo empreiteiro que também balizará estas quantidades.  

Vincular estas quantidades, explicitamente, ao contrato de prestação de serviços (sobre o qual falaremos em um próximo artigo) tornando responsabilidade do empreiteiro o consumo acima deste limite.

Qualidade dos Materiais:

A qualidade dos materiais a serem utilizados em sua reforma também é alvo de muitas dores de cabeça causadas pelas más praticas de alguns empreiteiros. Uma das principais questões a considerar é que a utilização de materiais de má qualidade, em sua reforma, não te trará apenas prejuízos imediatos, mas também trará prejuízos a longo prazo pela baixa durabilidade dos materiais aplicados.




A principal questão é a contratação do empreiteiro com preço muitíssimo menor, onde os materiais são de responsabilidade dele. 





Agindo desta forma você poderá estar comparando "laranja com banana" ao analisar os orçamentos recebidos. 

Esteja certo que ele só irá utilizar os materiais mais baratos e consequentemente de péssima qualidade. Logo é importante solicitar, em todas as propostas de orçamento, a especificação detalhada dos materiais tais como tipos e marcas, pois somente assim poderá comparar adequadamente.

Vale ressaltar que a qualidade dos materiais é assunto de grande relevância, e alvo de golpes também pelos próprios fabricantes e comerciantes que prometem em suas propagandas algo que não podem cumprir ou ainda de difícil avaliação. 

É comum vermos anunciado “excelente qualidade e resultado”, “preço e qualidade”, “maior rendimento”. Esta avaliação só poderá ser feita por profissional experiente sendo que em caso de sua falta, você deverá optar por escolher marcas consagradas as quais certamente te garantirão o mínimo de qualidade.

Para ainda garantir a real utilização destes materiais, é importante que esta proposta de orçamento seja parte integrante do contrato de prestação de serviços (sobre o qual falaremos em um próximo artigo), e que hajam inspeções durante a reforma para verificar os materiais.

Contribua com nossos artigos fazendo seus comentários, ou dando seu depoimento com problemas que teve durante sua reforma, poderá ainda sugerir temas na área para comentários abaixo.

Quer Receber os próximos artigos, inscreva-se aqui:

Serviços:




Fonte: Rede Lar&Cia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Morar Melhor.
www.morarmelhor.com

Divulgue seus projetos no Morar Melhor, é Simples, Clique Aqui e envie um Email com seus contatos.