Aproveitando cada espaço da Casa.








Profissionais dão dicas sobre como usar móveis e adornos, para trazer charme e funcionalidade àqueles espaços aparentemente sem uso.










Para os clientes que adoram receber os amigos em casa, a arquiteta Simone Rocha aproveitou o hall de entrada do apartamento para criar mais um espaço, e acolher as visitas (Foto Acima).


Os imóveis estão ficando com dimensões cada vez mais reduzidas, por este motivo, é preciso pensar bem na decoração dos espaços para poder aproveitar todos os cantinhos da casa. Alguns móveis ou peças decorativas podem auxiliar neste momento, evitando espaços ociosos.

"O ideal é tentar distribuir as funções mais importantes do cômodo nos locais com mais espaço, deixando os cantinhos para funções de apoio ao layout principal. Em uma sala de estar, por exemplo, um espaço pode ser transformado em local de leitura ou descanso, com o uso de uma poltrona, mesa lateral e luminária", indica a arquiteta Simone Rocha.

Para a profissional, outra alternativa para os pequenos espaços são os usos de itens decorativos, como espelhos, quadros ou esculturas que dão vida às paredes vazias, e deixam o ambiente mais charmoso.

"Ao optar por adornos, escolha itens que ocupem bem o espaço para que não fiquem 'soltos' do restante da decoração. Quando o espaço é ocupado por um móvel maior, o ideal é evitar o uso de peças muito grandes, pois podem atrapalhar a circulação e deixar o aspecto do ambiente entulhado. Poltronas, pufes, cabideiros, carrinhos e pequenos aparadores são uma ótima opção", aconselha.




A arquiteta Carmen Calixto ressalta que a melhor maneira de aproveitar os espaços da casa é pensar nos desejos e necessidades do cliente. 





"Se a pessoa gosta de receber amigos, por exemplo, um bar compacto e charmoso pode ser uma boa opção para ocupar um espaço ocioso. Para aqueles que gostam de plantas, um pequeno jardim vertical pode complementar a decoração e ainda serve como uma horta", sugere.

Existem muitas opções de adornos e móveis que se encaixam nestes locais menores. Porém, Carmen lembra que é importante ter cuidado para manter a harmonia e a proporção nos espaços. 

"Minicômodas, bares, bancos, pequenas estantes, luminárias de piso, vasos, existem muitas opções e nos mais diversos materiais e formatos. Uma boa estratégia é contrapor peças de design mais marcante com móveis de linhas puras e cores neutras. Contudo, não existem regras, o mais importante é o morador ficar feliz com o resultado", finaliza Carmen Calixto.

No pequeno espaço de transição da área intima para as salas, a arquiteta Carmen Calixto criou mais um ambiente social para os moradores da residência. Vejam as Fotos abaixo:



Serviços:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Morar Melhor.
www.morarmelhor.com